Etar - Cascade Twin e Vitimax

Etar - Vinícolas
Sistemas de tratamento Cascade Twin et Vitimax

Para o tratamento de efluentes vinícolas e fitossanitários, existem dois métodos disponíveis:

Sistema Cascade 

A atividade de uma propriedade vinícola gera dois tipos de efluentes.

O primeiro efluente, resultante de atividade da vindima e da vinificação é de origem orgânica e deve ser tratado segundo a lei e os parâmetros exigidos pelas entidades oficiais.

 

A Cascade LS é um sistema de tratamento biológico dos efluentes vinícolas e destilarias de tipo extensivo por armazenamento arejado. Unem-se a uma grande simplificação de funcionamento e uma fiabilidade comprovada, nenhum efluente é despejado antes de conseguir uma depuração completa.

 

O segundo efluente, resulta dos tratamentos fitossanitários que são de origem química, devem de ser armazenados e tratados. Cascade Twin é um dos dois processos (com Vitimax P) que se usa para tratar conjuntamente efluentes vinícolas e fitossanitários.

Sistema Vitimax

A atividade de uma propriedade vinícola gera dois tipos de efluentes.

O primeiro efluente, resultante de atividade da vindima e da vinificação é de origem orgânica e deve ser tratado segundo a lei e os parâmetros exigidos pelas entidades oficiais.

 

A Vitimax baseia-se sobre o princípio do tratamento biológico em continuo. Trata-se de um sistema compacto e normalmente enterrado para melhor integração paisagística.

 

O segundo efluente, resulta dos tratamentos fitossanitários que são de origem química, devem de ser armazenados e tratados. Vitimax P é um dos dois processos (com Cascade Twin) que se usa para tratar conjuntamente efluentes vinícolas e fitossanitários.

Para conhecer mais consulte: www.ttdspain.com

© Somavil 2015 - Todos os Direitos Reservados.